Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama anuncia acordo para acolher 360 mil refugiados

O Brasil participou do encontro apenas como observador, já que não se comprometeu a estabelecer metas de acolhimento

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou que mais de 50 países chegaram a um acordo nesta terça-feira para acolher 360.000 refugiados em 2016. O pacto foi firmado durante uma reunião sobre a crise migratória convocada pela Casa Branca e realizada paralelamente aos debates da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

O Brasil, representado pelo ministro da Justiça Alexandre de Moraes, participou do encontro apenas como observador, já que não se comprometeu a estabelecer metas de acolhimento. “As mais de 50 nações que participam da cúpula sobre refugiados na ONU vão dobrar o acolhimento”, garantiu Obama. Mais cedo, em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Obama ressaltou a importância de ajudar os refugiados e destacou que os EUA construíram sua força e sua história com seus muitos imigrantes.

Leia também
Obama aproveita discurso na ONU para fazer balanço de sua gestão
EUA dão ‘por engano’ cidadania a 858 imigrantes ilegais
Filho de Trump compara refugiados a “balas envenenadas”

O presidente ainda disse que os Estados Unidos pretendem receber 85.000 refugiados em 2016 e 110.000 em 2017. “Devemos reconhecer que os refugiados são sintoma de um fracasso mais amplo, de tensões e perseguições. Organizei esse encontro porque todos precisamos fazer mais”, acrescentou. Além dos EUA, se comprometeram com a meta países como Etiópia, Alemanha, Jordânia, México, Canadá e Itália.

(Com ANSA)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Rafael Bortoli Debarba

    Chama eu

    Curtir

  2. Iraci Kosby Corrêa

    Governa para os islâmicos, cada vez mais claro.

    Curtir

  3. Renato Camargo

    Há lugar para todos, aceitar refugiados é uma obrigação humanitária acima de tudo. Certa está Merkel, e certo está Obama…tem que aceitar. Claro, que se identifique os radicais, os criminosos, os perigosos em potencial e os deporte.

    Curtir