Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Número de refugiados da guerra na Síria chega a 3 milhões

Principal destino dos sírios que deixam o país é o Líbano, seguido por Turquia e Jordânia. 'Crise se tornou a maior emergência humanitária desta era', diz ONU

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 09h51 - Publicado em 29 ago 2014, 05h28

A guerra civil que assola a Síria desde 2011 produziu três milhões de refugiados, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pela Organização das Nações Unidas (ONU). O número significa que um em cada oito sírios fugiu do país por causa do conflito. Contando os deslocamentos internos, quase metade da população de 23 milhões de pessoas foi obrigada a deixar suas casas.

Leia também:

ONU acusa jihadistas de matarem civis em público na Síria

Vídeo mostra soldados sírios a caminho do matadouro

“A crise na Síria se tornou a maior emergência humanitária da nossa era, mas o mudo está falhando na missão de cumprir as necessidades dos refugiados e dos países de hospedagem”, disse António Guterres, alto comissário da ONU para Refugiados. Segundo o órgão, o Líbano é o principal destino dos refugiados, abrigando 1,14 milhões de sírios. Em seguida, vem a Turquia, com 815 mil, e a Jordânia, com 608 mil pessoas.

A ONU acrescentou que a jornada para deixar o país tem se tornado cada vez mais dura, com grupos armados cobrando propina para permitir a passagem das famílias. Ainda segundo a organização, metade dos refugiados é composta por crianças.

Crise – A guerra civil na Síria começou em 2011, quando o ditador Bashar Assad reprimiu violentamente manifestações contra o seu governo. Mais de 190 mil pessoas morreram desde o início do conflito. A crise no país se agravou ainda nos últimos meses com o avanço dos jihadistas do Estado Islâmico. O grupo terrorista agora controla grande parte do território sírio, obrigando aqueles que não se submetem ao seu domínio a fugir ou enfrentar torturas e execuções.

https://www.youtube.com/watch?v=J1QjGvxVrik (Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade