Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Número de mortos em tempestades no México passa de 50

O estado de Guerrero, onde fica Acapulco, foi o mais atingido pelas chuvas

Por Da Redação 17 set 2013, 19h19

As tempestades decorrentes do furacão e do ciclone que passaram pelas costas Oeste e Leste do México deixaram pelo menos 55 mortos em todo o país. As autoridades informaram nesta terça-feira que as inundações atingiram principalmente o estado de Guerrero, onde fica a turística Acapulco, que ficou isolada. O aeroporto internacional da cidade ficou inundado e a principal estrada que dá acesso a Acapulco foi bloqueada por deslizamentos. Aviões da Força Aérea mexicana foram enviados para retirar turistas da localidade e levá-los à capital.

Leia também:

Depressão tropical Fernand mata 13 pessoas no México

As autoridades afirmam que 34 mortes ocorreram apenas no estado de Guerrero, enquanto outras fatalidades foram registradas em Veracruz, Puebla, Hidalgo, Michoacán e Oaxaca. Mais de 1,2 milhão de pessoas foram atingidas pelas fortes chuvas em todo o país. O mau tempo foi causado pela confluência de duas grandes tempestades, uma no Pacífico e outra no golfo do México, que afetaram quase simultaneamente o México no fim de semana.

Saiba mais:

Entenda como se formam e se classificam os ciclones

O governo estadual estima que as chuvas já causaram um prejuízo de 5 bilhões de pesos (cerca de 875 milhões de reais) nos últimos dias. Embora as tempestades tenham se dissipado, o Centro Nacional de Furacões dos EUA alerta que novas chuvas ainda oferecerão risco de vida à população mexicana.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade