Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Novos atos de violência deixam 5 mortos e 27 feridos no Iraque

Atos de violência se intensificaram no país após a saída do Exército americano

Por Da Redação 13 nov 2011, 18h27

Pelo menos cinco pessoas morreram e outras 27 ficaram feridas em atos de violência registrados neste domingo em diferentes regiões do Iraque, informou a polícia local. Uma bomba explodiu em Al Hayay, cidade situada a 200 quilômetros ao norte de Bagdá, e causou a morte de um policial, além de ter deixado ferida uma pessoa que o acompanhava. Outra bomba também explodiu um carro em Al Qadesiya, no centro da capital, e causou a morte do motorista.

Segundo a fonte policial, outros três artefatos explodiram em vários pontos de Al Taramiya, a 30 quilômetros ao norte de Bagdá, e deixaram feridas oito pessoas, entre elas três policiais. A fonte acrescentou que um grupo armado assaltou um posto de controle do Exército iraquiano na região de Al Adamiya, também ao norte de Bagdá, e matou um soldado.

Outro agente de segurança foi executado na cidade de Samarra, localizada a 120 quilômetros ao norte da capital iraquiana, durante uma intervenção das Forças de Segurança iraquianas para deter pessoas procuradas pela Polícia.

Já em Abu Ghraib, a 25 quilômetros a oeste de Bagdá, um militante do Conselho de Salvação, ou Al Sahwa (O Despertar), morreu com a explosão de uma bomba em seu carro. Outra explosão, desta vez envolvendo um ônibus de viagem que seguia para o bairro de Al Kademiya, onde os passageiros visitariam lugares sagrados para os xiitas, deixou 13 iranianos e dois iraquianos feridos.

Nas últimas semanas, após os Estados Unidos confirmarem a retirada de todas as suas tropas do país antes do final de ano, os atos de violência se intensificaram no Iraque, o que levantou dúvidas sobre a capacidade das forças de segurança iraquianas em garantir a estabilidade na região.

(Com Agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade