Clique e assine a partir de 9,90/mês

Novo surto de coronavírus em Seul dispara alerta na Coreia do Sul

Após quinze pessoas terem contraído a doença em um clube noturno, governo ordenou o fechamento de bares por mais um mês

Por Da Redação - Atualizado em 8 May 2020, 09h54 - Publicado em 8 May 2020, 09h35

Um novo surto de coronavírus no bairro de Itaewon, conhecido por sua vida noturna, em Seul, preocupa as autoridades da Coreia do Sul. Até esta sexta-feira, 8, foram diagnosticado novos quinze casos da doença na região. O país registrava menos de dez novas infecções por dia, a maioria deles eram importadas, e a região de Itaewon estava praticamente livre do vírus.

ASSINE VEJA

Quarentena em descompasso Falta de consenso entre as autoridades e comportamento de risco da população transforma o isolamento numa bagunça. Leia nesta edição
Clique e Assine

Na quinta-feira 7, no entanto, um homem que visitara dois bares na madrugada do último sábado testou positivo para a Covid-19, em seguida um colega que o acompanhara também testou positivo. Nesta sexta, mais treze pessoas foram diagnosticadas com o vírus.

A identificação desse novo foco ocorre na mesma semana em que a Coreia do Sul começou, após três dias consecutivos sem registro de novas infecções comunitárias, a reabrir progressivamente museus escolas.

Na tentativa de barrar um novo surto em bares e clubes noturnos, o governo decidiu que esses estabelecimentos deverão ficar fechados por mais um mês.

Continua após a publicidade

Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia do Sul (KCDC), pelo menos 1.510 pessoas estavam nos cinco locais no mesmo intervalo de tempo que aqueles que testaram positivo, de acordo com os registros dos estabelecimentos.

Até agora, 118 pessoas foram testadas, enquanto as autoridades estão tentando localizar as outras 1.390. Ao todo, o país asiático registra 10.822 casos e 256 mortes.

(Com EFE)

Publicidade