Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Novo slogan para a campanha de Obama: “adiante”

Por Nicholas Kamm 30 abr 2012, 14h59

A equipe de campanha do presidente Barack Obama lançou nesta segunda-feira um novo slogan, “Forward” (Adiante), na conclusão de um vídeo que relembra os êxitos de seu primeiro mandato, destinado a convencer os americanos a dar a ele um segundo mandato no dia 6 de novembro.

Este vídeo de mais de sete minutos, publicado no YouTube no começo de uma semana em que o presidente participará, no sábado, de suas primeiras reuniões eleitorais importantes, faz somente uma breve referência a Mitt Romney, possível candidato republicano à eleição presidencial.

Lança, ao contrário, críticas ao presidente da Câmara de Deputados, John Boehner, ao chefe da minoria republicana no Senado, Mitch McConnell, acusados de obstrucionismo, assim como aos analistas conservadores Glenn Beck, Rush Limbaugh e Sean Hannity.

A equipe de Obama, que tinha recorrido, em 2008, aos slogans “Esperança” e “Mudança”, assim como em “Podemos acreditar na mudança” (Change we can believe in) e “Sim, podemos” (Yes, we can), parecia ter problemas, até agora, para encontrar um termo tão impactante nessas eleições.

“Adiante” reflete as acusações de Obama a seus adversários republicanos de querer “voltar atrás”, adotando políticas orçamentárias e fiscais similares às apoiadas pelo presidente George W. Bush, responsáveis pela crise de 2008.

O vídeo relembra os aspectos mais encorajadores dos feitos de Obama, como o resgate da indústria automobilística americana, o fim da guerra do Iraque, a reforma do sistema de saúde e a regulamentação sobre a atividade financeira de Wall Street.

No entanto, a campanha mostra por alto os dados que incomodam e servem de argumento para Romney: um desemprego ainda elevado, uma dívida sem precedentes e déficits orçamentários anuais superiores a um trilhão de dólares desde o começo da presidência de Obama.

O Partido Republicano acusou nesta segunda-feira Obama de mostrar “uma promessa de felicidade futura baseada em políticas que hoje fracassam”.

Obama participará sábado de duas grandes reuniões de campanha, nos estados chave de Ohio (centro) e Virgínia (leste).

Continua após a publicidade
Publicidade