Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Novo pacote suspeito é enviado ao ator Robert De Niro

Dono de produtora, ator é conhecido crítico de Donald Trump; envelope já foi neutralizado e transportado pela polícia

Por Da Redação Atualizado em 25 out 2018, 09h25 - Publicado em 25 out 2018, 08h25

Um novo pacote suspeito foi enviado ao ator e diretor de Hollywood Robert De Niro nesta quinta-feira (25). A entrega foi endereçada ao prédio onde fica a sede da sua produtora no bairro de Tribeca, em Nova York.

O pacote já foi neutralizado e transportado pela polícia para uma central no Bronx. o conteúdo do envelope ainda não foi confirmado oficialmente.

A entrega foi localizada pelas autoridades no sétimo andar do prédio da Tribeca Productions, segundo testemunhas. A polícia foi chamada ao local por volta das 4h45 da manhã do horário local (5h45 em Brasília).

Robert De Niro é um conhecido crítico do presidente Donald Trump. Segundo a emissora CNN, o envelope enviado à sua produtora era similar aos outros sete endereçados a políticos do Partido Democrata, à rede de notícias CNN e ao bilionário George Soros desde segunda-feira (22).

View this post on Instagram

Waking up to a freeze zone

A post shared by EXECUTIVE PROTECTION (@brooklyn3.19) on

Continua após a publicidade

O Serviço Secreto interceptou na quarta-feira (24) dois pacotes com explosivos enviados ao ex-presidente Barack Obama e à democrata Hillary Clinton.

Pouco depois, o prédio onde fica a sede da emissora CNN e outras empresas de mídia foi esvaziado por causa de outro explosivo. A entrega estava endereçada a John Brennan, ex-diretor da CIA e ex-comentarista do canal de notícias.

O escritório da deputada pelo Estado da Flórida e ex-presidente do Comitê Democrata Debbie Wasserman Schultz também foi esvaziado depois de receber um pacote com explosivos. A entrega não visava Schultz, e sim ao ex-secretário de Justiça Eric Holder, mas foi enviado ao escritório da deputada porque seu nome constava na embalagem como remetente.

Na tarde de quarta, outros dois pacotes suspeitos também foram interceptados pela polícia. Estavam endereçados à deputada democrata Maxine Waters, da Califórnia.

Na segunda-feira (22), um explosivo foi encontrado e desativado na caixa de correio do bilionário húngaro naturalizado americano George Soros, conhecido apoiador de causas progressistas.

A autoria das tentativas de ataque ainda não foi confirmada pela polícia ou pelos serviços de inteligência dos Estados Unidos.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês