Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Novo governo líbio avança sobre últimos redutos de Kadafi

Uma delegação do CNT pede ao Níger a entrega de um dos filhos do ex-ditador

Forças leais ao novo governo da Líbia avançaram nesta sexta-feira sobre a cidade-natal do ex-ditador Muamar Kadafi. Foram vistos, na estrada de acesso à cidade, centenas de combatentes, alguns portando metralhadoras, em dezenas de caminhões e pelo menos quatro tanques. A informação foi dada por uma testemunha à agência de notícias Reuters.

Entenda o caso

  1. • A revolta teve início no dia 15 de fevereiro, quando 2.000 pessoas organizaram um protesto em Bengasi, cidade que viria a se tornar reduto da oposição.
  2. • No dia 27 de março, a Otan passa a controlar as operações no país, servindo de apoio às tropas insurgentes no confronto com as forças de segurança do ditador, que está no poder há 42 anos.
  3. • Após conquistar outras cidades estratégicas, de leste a oeste do país, os rebeldes conseguem tomar Trípoli, em 21 de agosto, e, dois dias depois, festejam a invasão ao quartel-general de Kadafi.
  4. • A caçada pelo coronel continua. Logo após ele divulgar uma mensagem em que diz que resistirá ‘até a vitória ou a morte’, os rebeldes ofereceram uma recompensa para quem o capturar – vivo ou morto.

Leia mais no Tema ‘Confrontos na Líbia’

A rede de televisão árabe Al Jazira divulgou que as forças do Conselho Nacional de Transição (CNT) tomaram o controle do aeroporto de Sirte. Leais ao novo governo também travavam outro combate contra os leais a Kadafi na cidade de Bani Walid, localizada em meio ao deserto e um dos últimos redutos do regime deposto.

Enquanto isso, uma delegação do novo governo se dirigia ao Níger para exigir a entrega de um dos filhos do ditador deposto, Saadi Kadafi, e outros ex-oficiais líbios que fugiram do país, de acordo com o chefe do CNT, Mustafa Abdel Jalil. Saadi Kadafi chegou ao Níger no domingo, acompanhado de oito oficiais do antigo regime, segundo informou o ministro da Justiça do país, Marou Amadou.

Visita diplomática – O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, chegou nesta sexta-feira a Trípoli, última etapa da viagem pelos países da chamada “revolução árabe”. Erdogan, que foi recebido no aeroporto por Abdel Jalil e pelo seu número dois, Mahmud Jibril, deve ter reuniões com as novas autoridades após a oração de sexta-feira.

O primeiro-ministro turco chegou procedente da Tunísia, o país onde começou o processo de revoltas em dezembro do ano passado. Erdogan, que foi recebido como um herói no Egito, goza de grande popularidad no mundo árabe.

Onde fica: Sirte

Sirte é a cidade-natal do ditador Muamar Kadafi e um dos possíveis locais onde o ex-ditador líbio estaria escondido.

Bani Walid é outro dos últimos redutos dos aliados do coronel no país.

  • Sirte
  • Bani Walid

(Com agência France-Presse)