Clique e assine a partir de 9,90/mês

Novas imagens mostram mísseis atingindo bases americanas no Iraque

Bombardeios em Ain Al-Asad e Erbil foram executados como vingança à morte do general iraniano Qasem Soleimani; ainda não há notícia sobre mortos ou feridos

Por Redação - Atualizado em 8 jan 2020, 10h38 - Publicado em 8 jan 2020, 10h33

Novas imagens dos lançamentos dos mísseis iranianos que atingiram duas bases militares americanas no Iraque nesta terça-feira, 7, foram divulgadas na manhã desta quarta-feira, 8. Veiculado no Twitter pela agência de notícias iraniana Fars, o vídeo também mostra uma série de explosões (veja abaixo).

Os mísseis disparados pelo regime de Teerã atingiram as bases militares americanas de Ain Al-Asad e Erbil. Ainda não há informações sobre mortos ou feridos nos ataques, executados como vingança à morte do general iraniano Qasem Soleimani em um bombardeio por um drone americano em Bagdá, em 3 de janeiro, ordenado pelo presidente dos EUA, Donald Trump.

Após escrever no Twitter que “até agora, tudo bem”, Trump deve fazer um pronunciamento nesta quarta-feira.

Mais cedo, o líder supremo do Irã, Ali Khamenei, classificou os ataques como um “tapa na cara” dos Estados Unidos. “A presença corrupta dos EUA na região precisa terminar”, afirmou o líder supremo iraniano em um discurso transmitido pela televisão estatal do país. O aiatolá também voltou a exaltar Qasem Soleimani, que classificou como “um bravo guerreiro” e um “querido amigo”.

Já o presidente do Irã, Hassan Rouhani, afirmou hoje que a “resposta final” de Teerã à morte do militar será “expulsar todas as forças americanas da região”. “O general Soleimani lutou heroicamente contra o ISIS, Al Nusrah, Al Qaeda et al. Se não fosse por sua guerra ao terror, as capitais europeias estariam em grande perigo agora. Nossa resposta final ao assassinato dele será expulsar todas as forças americanas da região”, escreveu Rouhani em sua conta no Twitter.

Continua após a publicidade
Publicidade