Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Nova York pagará 100 dólares para quem se vacinar contra a Covid-19

Medida tem como objetivo acelerar a campanha de vacinação na cidade, que apresentou queda nas últimas semanas

Por Da Redação 28 jul 2021, 13h45

O prefeito da cidade de Nova York, Bill de Blasio, anunciou nesta quarta-feira, 28, que o governo dará 100 dólares para aqueles que se vacinarem em um dos postos de vacinação administrados pela prefeitura. 

A medida, que passará a valer já a partir da próxima sexta-feira, tem como objetivo impulsionar a campanha de vacinação no município, que teve uma queda acentuada no ritmo nas últimas semanas. Segundo dados oficiais, cerca de 10 milhões de doses já foram administradas, com 54,4% da população completamente vacinados o equivalente a 8,3 milhões de pessoas.

Em entrevista à imprensa, De Blasio insistiu que a vacinação é a única via capaz de garantir a recuperação econômica da cidade e defendeu a importância de incentivos financeiros para estimular a população. 

Não é a primeira vez que Nova York utiliza-se de estímulos para que a população receba os imunizantes. Em outros momentos, já foram feitas ações que vão desde sorteios de 5 milhões de dólares até a distribuição de hambúrgueres e batatas fritas.

A doação de dinheiro como forma de incentivo também não é novidade nos Estados Unidos. Diferentes cidades já fizeram uso do artifício para estimular as pessoas a receberem as doses dos imunizantes, principalmente após a grande diminuição de aplicações diárias que acontece em todo o país.

Nos últimos dias, a cidade de Nova York e outros municípios espalhados pelos EUA começaram a impor ordens para que funcionários municipais sejam vacinados ou, caso se recusem, que realizem testes frequentes para Covid-19. A medida visa conter o avanço da variante Delta, responsável por 83% dos casos da doença no país. 

Além disso, o Centro de Controle e Prevenção de Doença dos Estados Unidos (CDC), voltou a recomendar o uso de máscaras na maioria dos locais fechados, dois meses após ter recomendado o contrário. 

Os Estados Unidos já aplicaram, até o momento, mais de 343 milhões de doses da vacina, com 163 milhões de americanos completamente imunizados. Desde o início da pandemia, 34,6 milhões de casos do novo coronavírus foram registrados, com 611 mil mortes.

Continua após a publicidade
Publicidade