Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nova York atinge recorde de 43 mil sem-tetos

Nova York, 8 jun (EFE).- O número de sem-tetos obrigados a dormir nos refúgios municipais da cidade de Nova York aumentou em abril até atingir o recorde de mais de 43 mil pessoas por noite, sendo que 17 mil são crianças.

Este dado foi revelado num relatório sobre os índices de pobreza na cidade feito pela Coalizão pelos Indigentes, que culpa a administração do prefeito Michael Bloomberg pela situação. Segundo o documento, a cidade não tem um programa que ofereça alternativas para as famílias em situação de emergência.

‘Estes números são o resultado direto das políticas do prefeito Bloomberg’, lamentou a diretora-executiva da coalizão, Mary Brosnahan, ao apresentar o relatório anual.

Os responsáveis pelo estudo denunciam que o número de sem-tetos aumentou consideravelmente em Nova York desde que Bloomberg assumiu a cidade, em 2002. O índice de pessoas sem moradia é 39% maior do que há dez anos e 10% acima de 2011.

A coalizão diz que uma situação como atual só ocorreu durante a Grande Depressão, nos anos 30, e adverte que o número de menores de idades nas ruas aumentou 12% em relação ao ano passado.

A coalizão defende um plano proposto pelo Conselho Municipal, de maioria democrata, para que a cidade volte a utilizar os programas federais de habitação para ajudar as famílias sem lar e adote um novo programa de aluguéis subvencionados. EFE