Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nova secretária-geral da ONU deveria ser mulher, diz Ban Ki-moon

Seis homens e cinco mulheres estão na disputa interna para assumir a chefia da ONU a partir do ano que vem

O secretário-geral das Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, disse nesta terça-feira que “está na hora” de uma mulher assumir o cargo quando seu mandato chegar ao fim, em 31 de dezembro. Se o desejo do secretário se concretizar, será a primeira vez que a ONU tem um comando feminino desde sua criação, há 70 anos.

A decisão de quem será o novo nome à frente da organização, porém, não cabe a Ban Ki-moon. Os quinze membros do Conselho de Segurança da ONU devem recomendar um dos onze candidatos para que os 193 membros da Assembleia Geral aprovem a escolha. No momento, há seis homens e cinco mulheres que desejam assumir o posto.

“Nós temos muitas mulheres líderes distintas e eminentes em governos nacionais e outras organizações, ou até em comunidades empresariais, políticas, culturais e em todos os aspectos das nossas vidas”, declarou o secretário-geral. “Não há razão para não haver nas Nações Unidas”.

Leia também:
Ex-premiê português é favorito para substituir Ban Ki-moon
ONU: Número de refugiados é o mais alto da história

Sem citar nomes, Ban Ki-moon disse que há “líderes motivadas que podem realmente mudar o mundo”, mas deixou claro que se trata apenas de uma sugestão. “Isso é uma decisão dos Estados membros”, afirmou. O secretário-geral fez comentários informais sobre o futuro da ONU durante uma visita à casa da família que o recebeu em sua primeira visita aos Estados Unidos, aos 18 anos, quando saiu da Coreia do Sul para um intercâmbio.

Um grupo de 56 países está em campanha para que a primeira mulher assuma a chefia das Nações Unidas, mas os prognósticos não são favoráveis. O Conselho de Segurança fez duas votações informais e, em ambos, a colocação mais alta que uma mulher chegou foi o terceiro lugar. O atual favorito é Antonio Guterres, ex-premiê de Portugal, que já comandou a agência de refugiados da ONU.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Claudio Cadalço

    Poderiam levar a Dilma ou Gleisi ou qualquer outra ptralha… eles iriam adorar ter elas na ONU…

    Curtir

  2. VERDE e AMARELO

    ALGUÉM ELEGEU A ONU, O FORO DE SP PARA IMPLANTAR LEIS AO ARREPIO DO POVO BRASILEIRO? OS ABSURDOS DO PNDH3, OIT169(RAPOSA SERRA DO SOL), PL8048 BOLIVARIANA (FORO DE SP) ESTÃO SENDO IMPLANTADOS DE MANEIRA DITATORIAL! ESTAMOS NUMA DITADURA GLOBALISTA!

    Curtir

  3. Mauro Eduardo Sales

    Até a ONU? Caramba, parece que essa onda de forçar a barra com o feminismo contagiou todo o planeta! Pensei que a “viagem” do 1º ministro canadense fosse algo ocasional… A pergunta a ser feita nesses casos é: como fica a meritocracia, quando se quer impor pessoas por critérios não necessariamente os mais adequados ao cargo, e sim pelo que tem entre as pernas?

    Curtir

  4. Micky Oliver

    Ah, põe GAY!

    Curtir

  5. Marcos Binelli

    O Molusco está na lista?

    Curtir