Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nova pesquisa mostra Santorum à frente de Romney

Ele tem 38% da preferência dos republicanos, contra 23% do adversário

O pré-candidato à Presidência dos Estados Unidos, Rick Santorum, ultrapassou o adversário Mitt Romney na preferência dos eleitores republicanos para enfrentar o presidente Barack Obama nas eleições de novembro, de acordo com uma pesquisa do instituto Public Policy Polling. Ex-senador pela Pensilvânia, Santorum aparece com 38% das intenções de votos, contra 23% de Romney.

Os outros dois pré-candidatos republicanos que ainda estão na disputa, Newt Gringrich e Ron Paul, vêm em seguida com 17% e 13%, respectivamente. No levantamento anterior do instituto, divulgado em 19 de dezembro, Gingrich aparecia em primeiro lugar, com 35% dos eleitores, e Romney tinha 22%. Ron Paul tinha 11% e Santorum apenas 4%.

Infográfico: confira o perfil dos pré-candidatos republicanos

A equipe de analistas do Public Policy Polling atribui a reviravolta de Santorum na pesquisa mais recente à escalada no seu nível de popularidade. Entre os entrevistados, 64% disseram ter uma visão favorável do ex-senador e apenas 22% declararam possuir uma impressão negativa dele. Romney, por sua vez, é visto favoravelmente por 44% e negativamente por 43% dos republicanos. A pesquisa foi feita com a participação 656 eleitores republicanos, ouvidos entre os dias 9 e 10 deste mês. A margem de erro é de 3,8 ponto porcentual.

Favoritismo – O crescimento da campanha de Santorum ocorreu após o pré-candidato ganhar na semana passada as prévias republicanas em três estados: Missouri, Minnesota e Colorado. Conquistadas na noite de terça-feira, as vitórias frearam um pouco o favoritismo de Romney, mas o ex-governador de Massachussetts ainda lidera a corrida republicana.

Ele venceu quatro prévias (New Hampshire, Flórida, Nevada e Maine), segue com maior número de delegados conquistados para a Convenção Nacional Republicana e tem mais dinheiro à disposição que os rivais, graças a 56 milhões de dólares em doações, de acordo com a Comissão Eleitoral Federal dos EUA. Mas a campanha de Santorum espera que as vitórias da última terça alavanquem as doações ao candidato, que agora precisa angariar fundos no Texas, estado conservador onde, segundo seus estrategistas, “está o dinheiro”.