Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Norte-coreanos têm mais acesso à mídia internacional

Estudo dos EUA diz que regime não mantém monopólio total da informação

Os norte-coreanos têm mais acesso a DVDs, programas de rádio e de televisão do que nunca, segundo um estudo divulgado nesta sexta-feira pelo governo dos Estados Unidos. O regime da Coreia do Norte foi incapaz de manter um ‘monopólio total’ sobre a informação que circula no país, e o ‘conhecimento da população sobre o mundo’ está mudando, aponta o relatório.

Leia também:

Leia também: ONU amplia lista de sanções contra Coreia do Norte

A mídia mais popular entre os norte-coreanos são as novelas da Coreia do Sul em DVD, que são contrabandeadas pela China. “São novelas sul-coreanas muito bem produzidas e ambientadas em lugares que os norte-coreanos foram fascinados durante toda a vida, por causa da forte propaganda contra a Coreia do Sul”, diz um dos autores do estudo, Nat Kretchun, segundo a rede britânica BBC.

O estudo foi conduzido pelo grupo global de consultoria InterMedia durante os últimos dois anos. As descobertas foram baseadas em uma pesquisa com 250 norte-coreanos, a maioria refugiados. Quase metade deles disse que assistia a DVDs estrangeiros.

Tradicionalmente, a Coreia do Norte fica no topo dos rankings de países com menos liberdade midiática no mundo. Enquanto a maioria dos norte-coreanos ainda não têm acesso à mídia estrangeira, o número daqueles que têm está aumentando consideravelmente. A população também está com menos medo de compartilhar informação do que antes, de acordo com o estudo.