Clique e assine a partir de 8,90/mês

Noda vence eleição em partido e segue premiê do Japão

Ele foi confirmado na liderança do PD, que tem a maioria no Parlamento

Por Da Redação - 21 set 2012, 04h32

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihiko Noda, ganhou facilmente a disputa eleitoral pela liderança do Partido Democrático (PD) japonês nesta sexta-feira e, com isso, continuará no cargo de premiê. Ele foi reeleito com ampla maioria ao derrotar três concorrentes, o ex-ministro do Interior Kazuhiro Haraguchi e os ex-ministros da Agricultura Hirotaka Akamatsu e Michihiko Kano.

Sétimo primeiro-ministro do Japão nos últimos seis anos, Noda assumiu o cargo há pouco mais de um ano. Ele tornou-se líder do Partido Democrático do Japão depois que o premiê anterior, Naoto Kan, renunciou devido às críticas recebidas pela gestão da crise nuclear em Fukushima.

Atualmente com 55 anos de idade, Yoshihiko Noda, nasceu em Funabashi, subúrbio da capital Tóquio, e estudou Ciências Políticas e Econômicas na Universidade de Waseda. Em seu mandato como primeiro-ministro, até agora ele teve que lidar com a crescente pressão popular pelo fim do uso da energia nuclear no país e enfentou críticas por aumentar o imposto sobre vendas de 5% para 10% até 2015 – medida tomada com objetivo de cortar o déficit público e custear o aumento dos gastos com a assistência social.

A eleição pela liderança do Partido Democrático ocorre a cada dois anos. No próximo ano, o primeiro-ministro deve convocar novas eleições parlamentares.

Continua após a publicidade
Publicidade