Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nigéria: destituído chefe da polícia depois de onda de atentados

O presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, destituiu nesta quarta-feira o chefe da polícia, Hafiz Ringim, com o país abalado há vários meses por sangrentos atentados atribuídos à seita islâmica Boko Haram, anunciou a presidência.

O chefe de Estado “aceitou a nomeação de Mohammed D. Abubakar como inspetor geral interino da polícia, em um primeiro passo para a reorganização da polícia para torná-la mais eficaz e capaz de enfrentar desafios em matéria de segurança interna”, segundo um comunicado.

Abubakar era até agora o segundo da polícia. A saída de Ringim “passa a valer a partir de hoje, 25 de janeiro”, informou a presidência.

O presidente criou também um “comitê especial” encarregado de supervisionar “a reorganização urgente” da polícia.

A Nigéria, país mais populoso da África e também primeiro produtor de petróleo do continente, enfrenta uma onda de ataques reivindicados por Boko Haram.

Na sexta-feira, o grupo realizou uma série de ataques coordenados em Kano, segunda maior cidade do país, que causaram pelo menos 185 mortos.

O Boko Haram também reivindicou uma onda de atentados praticados no Natal especialmente contra igrejas, com 49 mortos, assim como o ataque suicida de agosto de 2011 contra a sede das Nações Unidas em Abuja, que causou 25 mortes.