Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Nigéria: 200 terroristas do Boko Haram se rendem ao exército do país

Combatentes que se entregaram serão examinados, interrogados e enviados para um programa de 'desradicalização'

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h24 - Publicado em 25 set 2015, 19h05

Cerca de 200 membros do grupo terrorista Boko Haram se entregaram ao exército nigeriano, informaram fontes militares à emissora britânica BBC. A maior rendição da história da organização ocorreu na cidade de Banki, na fronteira nigeriana com Camarões.

Os militares já haviam informado que a cidade foi recapturada do Boko Haram, mas ainda não há confirmações de fontes independentes. Segundo a fonte ouvida pela BBC, todos os jihadistas que se renderam serão examinados, interrogados e enviados para um programa de “desradicalização”. As ações judiciais correrão normalmente.

Leia mais:

Boko Haram tem novo líder, diz presidente do Chade

Forte explosão em mercado da Nigéria deixa 50 mortos

Nigéria é abordada por grupo que oferece negociação em nome do Boko Haram, diz governo

Há exatamente um ano, dois grupos de 100 terroristas se entregaram ao exército. Após essa rendição, o país viveu um dos períodos de ataques mais violentos do grupo, quando muitas cidades e vilarejos foram tomados e centenas de pessoas morreram.

Em 2015, o exército conseguiu tomar grande parte do território conquistado pelo Boko Haram e, nessa semana, anunciou que 241 mulheres e crianças foram resgatadas próximo à fronteira com Camarões. Por volta de 17.000 pessoas foram mortas pelo grupo terrorista nos últimos seis anos, a maioria na região norte da Nigéria.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade