Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Netanyahu pede a Putin para remover forças iranianas da Síria

Em troca, o primeiro-ministro israelense garantiu que Israel não vai ameaçar o governo do presidente sírio, Bashar Assad

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, pediu nesta quarta-feira (11) ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, que trabalhe para remover as forças do Irã na Síria, garantindo, em troca, que Israel não pretende ameaçar o governo do presidente sírio, Bashar Assad.

“Não tomaremos medidas contra o regime de Assad, e você vai tirar os iranianos”, disse Netanyahu a Putin durante uma reunião em Moscou, segundo a fonte, que pediu anonimato.

A Rússia já está trabalhando para distanciar as forças iranianas das áreas da Síria perto das colinas de Golã, ocupadas por Israel, e propôs que fossem mantidas a 80 quilômetros de distância, mas isso ficou aquém da demanda de Israel por uma saída completa, disse a autoridade.

Na manhã de hoje, Israel derrubou um drone na região norte, que parecia ser um aparelho de reconhecimento da Síria, informou o jornal The Times of Israel. Mas teve o cuidado, antes, de entrar em contato com as forças russas na Síria para confirmar se o drone lhes pertencia. Os militares israelenses esperaram 15 minutos antes de disparar um míssil contra o aparelho.

Durante seu encontro com Putin, Netanyahu enfatizou que Israel continuará a frustrar qualquer esforço de violação de suas fronteiras e a acompanhar atentamente as movimentações do Irã e da Síria.  “Nós esperamos que todos respeitem nossa soberania e que a Síria respeite cuidadosamente os acordos de cessar-fogo”, disse ao final do encontro com Putin, segundo o Times of Israel.

(Com Reuters)