Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Nem Maradona aguenta falatório de Maduro

O ex-jogador de futebol argentino precisou ser cutucado por um convidado para despertar do cochilo enquanto ouvia um discurso do venezuelano

Por Da Redação 10 dez 2014, 17h16

O ex-craque e ex-técnico da seleção argentina de futebol Diego Armando Maradona já disse ter uma “ligação espiritual” com o coronel Hugo Chávez (1954-2013) e foi contratado pelo canal venezuelano TeleSur para comentar os jogos da Copa do Mundo este ano. “Eu estou disposto a ser um soldado da Venezuela para o que me mandarem”, declarou, ao anunciar sua contratação.

Leia também:

Senado dos EUA aprova sanções contra Venezuela

Reprovação a Maduro ultrapassa 70% na Venezuela​​

Nem todo esse amor pelo país, no entanto, foi suficiente para manter o ex-jogador acordado durante um modorrento discurso do sucessor de Chávez, Nicolás Maduro, em um evento militar celebrando os 190 anos do fim do domínio espanhol na América do Sul.

Continua após a publicidade

Convidado para acompanhar o ato, Maradona sucumbiu ao sono e foi flagrado pelas câmeras justamente no momento em que Maduro tecia elogios ao ex-jogador, dizendo que ele era um exemplo de “lutador rebelde” e “revolucionário”.

Leia mais:

Diego Maradona é acusado de apoiar Maduro por dinheiro

Em vídeo, Maradona bate na ex. Relembre suas confusões

Sutilmente, uma pessoa da plateia dá um pequeno empurrão em Maradona, que disfarça, levanta e acena como se nada tivesse acontecido.

Continua após a publicidade

Publicidade