Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Navio que realizou resgate na Antártida também encalha

Embarcação chinesa de onde partiu helicóptero que socorreu os passageiros de navio russo ficou presa quando tentava manobrar no mar congelado

Por Da Redação 4 jan 2014, 05h04

A embarcação chinesa que ajudou no resgate dos passageiros do navio russo Akademik Shokalskiy, na Antárdita, agora também está encalhada no gelo. Apesar de ser preparado para navegar em águas congeladas, o navio “quebra-gelo” Xou Leng não conseguiu quebrar a grossa camada de gelo que cerca a embarcação e ficou preso. “As tentativas de manobra do Xou Leng não tiveram sucesso”, confirmou a Autoridade Australiana de Segurança Marítima (AMSA, na sigla em inglês) em comunicado.

Leia mais: Helicóptero resgata 52 pessoas de navio russo encalhado

Sem ajuda – Apesar da situação incômoda, o capitão da embarcação chinesa garantiu às autoridades australianas que o navio tem comida e suprimentos suficientes e não precisará de resgate por enquanto. Assim como o navio russo que iniciou toda a comoção – e que continua encalhado com seus 22 tripulantes, já que só os passageiros foram resgatados -, o “quebra-gelo” chinês vai tentar se soltar sozinho.

Dessa forma, o navio australiano Aurora Australis, que carrega os passageiros resgatados do Akademik Shokalskiy e havia sido colocado em estado de espera para um possível auxílio aos chineses, foi liberado para continuar navegando em direção ao mar aberto. A viagem dos passageiros resgatados deve terminar apenas em meados de janeiro, quando a embarcação chegar a um porto australiano na Ilha da Tasmânia, no sul da Oceania.

Enquanto isso, a tripulação do Xou Leng pretende fazer uma nova tentativa de liberar a embarcação ainda neste sábado, quando as condições da maré se mostrarem favoráveis.

Resgate no gelo – O encalhamento do “quebra-gelo” chinês é o mais recente (e irônico) capítulo de uma saga que começou na véspera de Natal, depois que o navio de bandeira russa Akademik Shokalskiy ficou preso no gelo durante uma expedição científica. Após tentativas frustradas de aproximação por mar, as autoridades australianas decidiram socorrer os passageiros usando um helicóptero que decolou do Xou Leng. A embarcação chinesa avançou até uma distância de 11 quilômetros do Akademik Shokalskiy durante a operação de resgate na quinta-feira – suficiente para que também ficasse presa no gelo.

Continua após a publicidade
Publicidade