Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Navio naufraga com mais de 470 a bordo na Coreia do Sul

Ao menos 2 mortes foram confirmadas. Equipes de socorro resgataram mais de 180 pessoas e correm contra o tempo para salvar todos os outros passageiros

Por Da Redação 16 abr 2014, 02h08

(Atualizado às 5h20)

Um navio de passageiros com mais de 470 pessoas a bordo naufragou nesta quarta-feira na costa sudoeste da Coreia do Sul, depois de emitir um sinal de socorro pouco depois das 9h (21h de Brasília). De acordo com as autoridades do país, mais de 180 pessoas já foram resgatadas, mas as equipes de socorro ainda buscam cerca de 290 desaparecidos. O governo sul-coreano disse que 95% da embarcação já está submersa. Pelo menos duas mortes foram confirmadas até agora. Segundo a rede americana CNN, as vítimas são uma mulher e um estudante. Também há treze feridos.

Leia também:

Capitão volta ao Costa Concordia dois anos após naufrágio

Fotos mostram interior do Costa Concordia depois do naufrágio

Continua após a publicidade

Dos 476 passageiros do navio, 325 seriam estudantes que realizavam uma viagem escolar para um resort na ilha de Jeju, ao sul da península coreana. Ainda não há um posicionamento oficial sobre as causas do naufrágio, mas fontes ouvidas pelo canal sul-coreano KBS especulam que a colisão com um recife submarino poderia ter provocado uma ruptura do casco. Testemunhas dizem ter ouvido um ruído alto e sentido um forte impacto antes da barca começar a se inclinar.

Resgate – O acidente ocorreu a cerca de 20 quilômetros da ilha de Byungpoong. A Guarda Costeira e a Marinha da Coreia do Sul enviaram ao local dezenas de embarcações e helicópteros para trabalhar no socorro aos passageiros e tripulantes. Muitas das pessoas a bordo se jogaram no mar à espera do resgate.

Um dos sobreviventes, o estudante Lim Hyung-min disse à rede de televisão YTN que ele e outros alunos saltaram no oceano com um colete salva-vidas e nadaram até um bote de resgate. Outro passageiro, Kim Seong-mok declarou que algumas pessoas estavam presas no navio porque a inundação foi muito rápida e a inclinação deixou algumas das saídas inacessíveis.

Barco de resgate se aproxima de navio que naufragou
Barco de resgate se aproxima de navio que naufragou VEJA

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês