Clique e assine a partir de 9,90/mês

Navio militar iraniano é alvo de ‘fogo amigo’ no Golfo de Omã

Fragata dispara um míssil e atinge embarcação, deixando 19 mortos e 15 feridos; Exército investiga incidente

Por Da Redação - Atualizado em 11 May 2020, 14h38 - Publicado em 11 May 2020, 14h15

Durante exercícios militares no Golfo de Omã, no domingo 10, um navio da Marinha do Irã foi alvo de um míssil disparado por “acidente” por outra embarcação iraniana. O Exército do país informou nesta segunda-feira, 11, que 19 pessoas morreram e 15 ficam feridas.

O acidente ocorreu quando o navio de apoio leve Konarak estava movendo os alvos para o treino, mas não se distanciou o suficiente da área. Acabou atingido por um míssil disparado pela fragata Jamaran, segundo a mídia estatal.

O navio foi rebocado para o porto e passará por uma perícia, informou o Exército. As autoridades iranianas também pedem que se “evitem especulações” até que mais informações estejam disponíveis. O Golfo de Omã é área vigiada por vários países, inclusive o Irã, por ser passagem de boa parte do petróleo consumido no mundo.

O Konarak é um navio de apoio logístico leve fabricado na Holanda e comprado pelo Irã pouco antes da Revolução Islâmica de 1979. A embarcação pesa 447 toneladas, mede 47 metros de comprimento e estava equipada com quatro mísseis de cruzeiro, descreveu a televisão estatal.

Continua após a publicidade

Os 15 marinheiros feridos foram hospitalizados no Sistão e no Baluchistão, afirmou o diretor da Universidade de Medicina da província, Mohammad-Mehran Aminifard. Dois deles estão em tratamento intensivo, disse a agência de notícias Isna.

(Com AFP)

Publicidade