Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Naufrágio no Mediterrâneo: 114 migrantes estão desaparecidos

O barco naufragado transportava 120 pessoas. Entre os desaparecidos, estão cerca de 10 mulheres, uma grávida, e 2 crianças

Por Da redação 19 jan 2019, 20h26

O número de migrantes desaparecidos após um naufrágio a 50 milhas da costa da Líbia subiu de 20 para 114, de acordo com informações da Organização Internacional das Migrações (OIM) na Itália.

Segundo Flavio di Giacomo, porta-voz da OIM na Itália, três pessoas foram resgatadas pela Marinha italiana e três morreram. Os  sobreviventes, foram transportados para a ilha de Lampedusa, na Itália, e comunicaram que o barco levava 120 pessoas.

  • Entre os desaparecidos, estão cerca de dez mulheres, uma delas grávida, e duas crianças. A maioria é proveniente da Nigéria, de Camarões, Gâmbia, da Costa do Marfim e do Sudão.

    A ONG alemã Sea Watch já havia informado sobre o naufrágio na sexta-feira (18), por meio de suas redes sociais, denunciando que, nenhum “programa europeu de resgate [estava] no Mediterrâneo” e que o barco da ONG espanhola Open Arms está bloqueado na Espanha pelas autoridades, enquanto o navio humanitário Sea Eye continua à procura de um porto para a mudança de tripulação.

    (Com Agência Brasil)

    Continua após a publicidade
    Publicidade