Clique e assine a partir de 9,90/mês

Naufrágio de barca deixa ao menos 16 mortos na República Dominicana

Por Da Redação - 5 fev 2012, 15h01

Santo Domingo, 5 fev (EFE).- Ao menos 16 pessoas morreram no naufrágio de uma embarcação ocorrido na madrugada do sábado no litoral do nordeste dominicano, enquanto pretendia alcançar Porto Rico com dezenas de passageiros irregulares, segundo informaram neste domingo à Agência Efe fontes militares.

‘Recuperamos hoje cinco corpos, quatro homens e uma mulher, e ainda não se sabe o número de pessoas desaparecidas’, disse o sargento-chefe da Marinha de Guerra dominicana, Leonel Regalado Zorrilla, que participa dos trabalhos de resgate.

O fato ocorreu em frente às costas de Samaná e Hato Mayor, quando, de acordo com os sobreviventes, a embarcação começou a encher de água após sua parte inferior se romper devido às fortes ondas e ao peso dos ocupantes.

A yola (embarcação artesanal) partiu na madrugada da sexta-feira da província María Trinidad Sánchez (nordeste), vizinha a Samaná.

‘Há seis pessoas internadas no hospital de Sabana de la Mar, entre elas uma mulher que se encontra em estado grave’, acrescentou o oficial.

O militar confirmou que no sábado foram resgatados da água 11 corpos de seis homens e cinco mulheres.

Autoridades da Defesa Civil situam entre 11 e 19 o número de pessoas resgatadas com vida do naufrágio, entre as quais três foram detidas para a investigação do acidente.

Um dos sobreviventes disse que pagou 30 mil pesos (US$ 770) para ocupar um lugar na yola.

As viagens ilegais de dominicanos rumo a Porto Rico em pequenas e frágeis embarcações se mantêm há décadas no país caribenho, separado do território porto-riquenho pelo canal de La Mona, de cerca de 100 quilômetros de extensão. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade