Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Nações árabes listam grupos islâmicos do Catar como terroristas

Arábia Saudita e aliados acusam Doha de patrocinar essas organizações

Por Da redação 23 nov 2017, 16h35

Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos e Bahrein incluíram duas organizações e onze indivíduos do Catar em sua lista de terrorismo. As quatro nações também acusaram Doha de patrocinar e incentivar as atividadesdestes grupos.

Em uma declaração conjunta divulgada pela agência de notícias saudita Saudi Press Agency, os países árabes anunciaram a inclusão das organizações Conselho Islâmico Internacional e União Mundial de Estudiosos Muçulmanos em sua lista de terrorismo. Segundo o comunicado, as entidades espalham um “discurso de ódio disfarçado com o manto do islamismo”.

Os onze indivíduos incluídos na lista também foram acusados de organizar atos de terrorismo “financiados diretamente pelo Catar”. Segundo as nações árabes, os terroristas usam passaportes cataris e se passam por funcionários de organizações de caridade do Catar para facilitar suas ações.

A Arábia Saudita e seus aliados já haviam acusado o Catar de apoiar organizações terroristas, impondo vários bloqueios e cortando relações com o país. Além de paralisar o comércio, o bloqueio também impede voos diretos e a chegada de veículos e navios cataris no território das demais nações.

Os países árabes também elaboraram uma lista com suas exigências para acabar com a crise diplomática na região. Entre as reivindicações dos vizinhos, estão o fechamento da emissora de TV catari Al Jazeera, o fim de uma base militar turca e a redução nas relações com o Irã.

O Catar negou diversas vezes as acusações de envolvimento com terroristas e afirmou que as exigências são irreais e inaplicáveis.

Os Estados Unidos chegaram a pedir um alívio ao bloqueio, que estaria dificultando as operações da base militar americana naquele país. Segundo o secretário de Estado americano, Rex Tillerson, o bloqueio prejudica o combate ao grupo extremista Estado Islâmico, feito a partir desse entreposto militar.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)