Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulheres são resgatadas no Pacífico após cinco meses à deriva

Acompanhada dos cachorros, dupla foi encontrada cerca de 1.400 quilômetros da costa japonesa, em ponto completamente oposto ao destino que haviam planejado

Depois de ficarem quase cinco meses à deriva no mar, duas mulheres e seus cachorros foram resgatados nas águas do Pacífico nesta quarta-feira, revelou a Marinha americana. Jennifer Appel e Tasha Fuiaba partiram do Havaí, nos Estados Unidos, em maio, acompanhadas de suas mascotes, em uma jornada marítima rumo ao Taiti, mas tiveram sua embarcação avariada pelo mal tempo logo no início da viagem. Elas foram encontradas cerca de 1.400 quilômetros de distância da costa sudeste do Japão, em um ponto completamente oposto ao que planejavam alcançar.

A dupla relatou que os problemas no motor barco logo no início não as impediram de continuar com os planos de viagem, que seguiu apenas com o uso das velas. Porém, depois de dois meses de jornada, prazo estipulado para chegarem ao Taiti, Appel e Fuiaba começaram a realizar chamadas de emergência de resgate. Sem embarcações nas proximidades e distantes de qualquer território, os pedidos de socorro não foram atendidos.

Duas mulheres e seus cachorros são resgatados no Oceano Pacífico Membros da Marinha dos Estados Unidos ajudam no resgate de Zeus, um dos cães que acompanhavam as duas marinheiras que foram resgatadas pelo navio anfíbio USS Ashland (LSD 48), no Oceano Pacífico, em 25 de outubro

Membros da Marinha dos Estados Unidos ajudam no resgate de Zeus, um dos cães que acompanhavam as duas marinheiras que foram resgatadas pelo navio anfíbio USS Ashland (LSD 48), no Oceano Pacífico, em 25 de outubro (Jonathan Clay/Marinha dos Estados Unidos/AFP)

A situação foi descrita por Appel como “deprimente” e “desesperadora”, segundo informou a marinha. Entre os desafios enfrentados no mar, ela revelou que um grupo de tubarões atacou o barco em uma noite. “Tivemos muita sorte que nosso casco era forte o suficiente para suportar as investidas”. A sobrevivência da dupla foi possível graças a um estoque de comida programado para durar um ano, com arroz, massas e aveia, além de purificadores de água.

“Há um senso real de humildade quando você pensa se hoje é o seu último dia e sua última noite”, disse Appel, que deu crédito aos cachorros a bordo por levantar o ânimo da tripulação. A dupla e os cães, batizados de Zeus e Valetine, foram avistados por um barco pesqueiro de Taiwan nesta terça-feira. A embarcação entrou em contato com a Guarda Costeira, que acionou o USS Ashland, navio da marinha americana ancorado em Sasebo, no Japão.

Appel e Fuiaba permanecerão sob os cuidados dos militares até que o navio volte a atracar. O barco da dupla foi deixado para trás e permanece à deriva, informou a rede de notícias Khon, afiliada da CNN.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Antonio Ribas

    O correto é “mau tempo” e não “mal tempo”.

    Curtir

  2. Osmar Serrragem

    Ei, Veja! Corretor ortográfico em vocês! Erro primário. Mau × Mal. Recomendo ler mais!

    Curtir