Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Mulher é multada por dirigir com ‘excesso de beleza’ no Uruguai

O agente de trânsito que emitiu o ato infracional ainda se declarou: 'eu te amo', escreveu no documento

Por Estadão Conteúdo - 6 jun 2019, 23h03

Uma mulher, cuja identidade não foi revelada, foi multada na cidade de Paysandú, no Uruguai, por “excesso de beleza”. O agente de trânsito que emitiu o ato infracional ainda se declarou: “eu te amo”, escreveu no documento.

O carro da mulher, de cor branca, estava estacionado em frente ao Departamento de Serviços, segundo noticiou o jornal local El Telégrafo.

Para justificar a infração, o agente indicou o artigo 214 do código de trânsito, que afirma que “o condutor de qualquer veículo deve abster-se de qualquer conduta que possa constituir um perigo para o movimento, as pessoas, ou que possa causar danos à propriedade pública ou privada”. No caso, o ‘perigo’ teria sido a beleza da motorista.

À parte o fato cômico, o caso pode ter consequências graves para o inspetor, que utilizou, sem seriedade, um documento público para expressar seus sentimentos.

Publicidade

O site Zamora 24 Horas informou que o departamento de trânsito da cidade, ao saber do caso, abriu uma inspeção contra o agente, que pode resultar em suspensão temporária ou perda do cargo.

Publicidade