Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mubarak é transferido de hospital militar para prisão no Egito

O ditador pareceu estar bem de saúde em audiência, deixando egípcios furiosos

O ditador deposto do Egito Hosni Mubarak foi levado de um hospital do Exército de volta para a prisão nesta quinta-feira, depois de parecer bem de saúde na última audiência de seu julgamento sobre a acusação de cumplicidade no assassinato de manifestantes em 2011, marcada para recomeçar em 11 de maio, segundo um tribunal de apelações do Cairo.

Mubarak foi levado de carro do Hospital Militar Maadi para a prisão em um comboio da polícia fortemente vigiado, informou a agência estatal Mena. Partidários do ditador bloquearam a rua em frente ao hospital, atrasando a transferência. “Nós te amamos Mubarak”, “Abaixo, abaixo o regime da Irmandade Muçulmana”, gritavam os manifestantes, referindo-se ao grupo a que pertence o novo presidente, Mohamed Mursi.

Leia também:

Leia também: Mubarak é liberado de uma acusação, mas continua detido

Julgamento – O juiz Mustafa Hassan Abdullah – que havia sido amplamente criticado por absolver seguranças acusados de atacar manifestantes em um incidente em que multidões foram atacadas por homens montados em camelos durante o levante de 2011 que derrubou Mubarak – decidiu se retirar do caso e remetê-lo a outro tribunal.

Muitos egípcios ficaram furiosos quando Mubarak, de 84 anos, que estaria “gravemente doente” no ano passado, apareceu em boas condições de saúde, sorrindo e acenando para o público no tribunal, no sábado. Houve apelos para que ele fosse enviado de volta para a cadeia, e o gabinete do procurador-geral decidiu que o ditador seria devolvido à prisão Torah, nos arredores do Cairo.

(Com agência Reuters)