Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mortos em terremoto no Paquistão chegam a 348

O número de feridos por causa do tremor no sul do país subiu para 552

O governo do Paquistão informou que o número de mortes causadas pelo terremoto que atingiu o sudoeste do país no sábado passado subiu para 348. De acordo com o porta-voz Jan Mohammad Bulaidi, do governo da província do Baluquistão, local do epicentro do tremor, o número de feridos subiu para 552 nesta quinta-feira.

Segundo o Observatório Geológico dos Estados Unidos, a magnitude do terremoto foi de 7,7 na escala Richter (que vai até dez). O epicentro se deu em uma área a cerca de 200 quilômetros da cidade de Dalbandin, na província do Baluquistão. O tremor, que ocorreu por volta de 8h30 no horário de Brasília, foi sentido na capital da Índia, Nova Déli, que fica a 1 250 quilômetros de distância. Outro tremor secundário, de magnitude 5,9, foi sentido minutos depois na mesma região, de acordo com o Observatório Geológico.

Ilha – A força dos tremores foi tanta que provocou o aparecimento de uma pequena ilha no litoral do Paquistão, próximo a cidade de Gwadar. Fotos mostram uma formação rochosa com até 20 metros de altura e 200 metros de diâmetro que brotou do mar.

Segundo o jornal The Express Tribune, dezenas de pessoas foram até a região para observar o fenômeno. À rede americana CNN, o Observatório Geológico americano confirmou o aparecimento da porção de terra.

Em janeiro de 2011, a mesma região foi atingida por um terremoto de 7,2 na escala Richter. O tremor chegou a ser sentido em boa parte do Paquistão e destruiu cerca de duzentas casas, mas nenhuma vítima foi registrada.

(Com agência Reuters e Estadão Conteúdo)