Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre Tariq Aziz, figura-chave do regime de Saddam Hussein

O ex-vice-primeiro-ministro do Iraque teve um ataque cardíaco na penitenciária. Ele estava preso desde 2003

O ex-vice-primeiro-ministro do Iraque Tariq Aziz, a principal figura do governo de Saddam Hussein durante mais de duas décadas, morreu nesta sexta-feira, aos 79 anos, em um hospital penitenciário no Iraque, informou o vice-governador da província de Diqar, Adel Dajil.

Aziz, que também ocupou o posto de ministro das Relações Exteriores, estava preso desde 2003 e tinha sido condenado à morte em 2010 por assassinato premeditado e crimes contra a humanidade.

Leia também:

Mais de 10 mil jihadistas do EI foram mortos em 9 meses de campanha da coalizão

Tropas iraquianas estão ganhando contra o EI, dizem EUA

O ex-chefe da diplomacia iraquiana teve um infarto no Hospital Al Hussein na cidade de Al Nassiriya, capital de Diqar. De acordo com Dajil, a direção da penitenciária levou o preso ao hospital depois dele ter um ataque cardíaco. Aziz, que tinha diabetes, hipertensão e outras doenças, já tinha sido internado em outras ocasiões para receber tratamento.

O ex-ministro iraquiano, cujo nome real era Mikhail Yuhana, nasceu em uma família cristã modesta em 1936, perto de Mossul. Era o único membro cristão do governo de Saddam e um de seus funcionários mais próximos até a queda do regime em 2003 pela invasão americana.

De 1979 a 2003, Aziz foi o “número dois” da administração civil, já que Saddam era presidente e também primeiro-ministro, e com frequência atuava como chefe do governo.

Foi condenado por responsabilidade na perseguição de militantes e dirigentes de partidos religiosos, que afetou especialmente políticos xiitas, durante os anos 80.

(Com Agência EFE)