Clique e assine com até 92% de desconto

Morre Pierre Mauroy, ex-premiê esquerdista da França

Ex-premiê morreu aos 84 anos, um ano após operar um tumor no pulmão

Por Da Redação 7 jun 2013, 10h45

O ex-primeiro-ministro francês Pierre Mauroy, que introduziu uma série de medidas trabalhistas como chefe do primeiro governo socialista da França moderna, morreu aos 84 anos, informou o governo nesta sexta-feira. Mauroy foi internado em um hospital na região de Paris na semana passada, um ano depois de passar por uma cirurgia por causa de um tumor cancerígeno no pulmão.

Como primeiro-ministro de 1981 a 1984 sob a Presidência de François Mitterrand, Mauroy supervisionou as reformas para cortar a semana de trabalho de 40 para 39 horas, reduzir a idade de aposentadoria para 60 anos, dar aos trabalhadores a quinta semana de férias pagas e aumentar benefícios sociais. A semana de trabalho foi posteriormente reduzida para 35 horas em 2000.

Perfil – Nascido na cidade de Cartignies, próxima à Bélgica, no dia 5 de julho de 1928, Mauroy era filho de um professor e foi o primogênito de sete irmãos em uma família impregnada pelo socialismo. Filiou-se em 1944, no final da Segunda Guerra Mundial, às Juventudes Socialistas, da qual foi seu secretário nacional de 1955 a 1959.

Em 1965, ele apoiou ativamente a candidatura de Mitterrand à Presidência da República como candidato único da esquerda contra o então chefe do Estado, o general Charles de Gaulle. No início dos anos 1970, Mauroy se aproximou do socialismo reformista de Michel Rocard, ao tempo que iniciou seu mandato como prefeito de Lille, que se prolongaria de 1973 a 2001.

(Com agências EFE e Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade