Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre Neil Armstrong, o primeiro homem a pisar na Lua

Aos 82 anos, astronauta havia sido submetido a uma cirurgia no coração

O astronauta americano Neil Armstrong, o primeiro homem a pisar na Lua, morreu aos 82 anos, conforme informou a imprensa dos Estados Unidos neste sábado. A informação foi confirmada pela família dele, em nota à imprensa divulgada em seguida. No começo deste mês, Armstrong tinha sido submetido a uma cirurgia no coração para desobstruir artérias coronárias.

Saiba mais

APOLLO 11

A Apollo 11 foi lançada do Cabo Canaveral no dia 16 de julho de 1969, levando os astronautas Neil Armstrong, comandante da missão, Michael Collins, piloto do módulo de comando, e Edwin “Buzz” Aldrin, piloto do módulo lunar. No dia 20 de julho de 1969, estimadas 530 milhões assistiram, ao vivo, Neil Armstrong passear pela Lua.

O comandante Neil Armstrong se prepara para missão de ir à lua em 16/07/1969

NEIL ARMSTRONG

O primeiro homem a pisar na Lua nasceu no dia 5 de agosto de 1930, em Wapakoneta, Ohio, Estados Unidos. Aviador naval entre 1949 e 1952, ele entrou na NASA em 1955, quando ainda se chamava NACA (Nacional Advisory Comittee for Aeronautics). Tornou-se astronauta em 1962 e em 1966 comandou a missão Gemini 8, a primeira a acoplar com sucesso dois veículos no espaço. Em 20 de julho de 1969, no comando da Apollo 11, tornou-se o primeiro homem a pisar na Lua.

Fonte: NASA

“Estamos de coração partido ao dividir a notícia de que Neil Armstrong faleceu após complicações ligadas a procedimentos cardiovasculares”, diz a nota da família. “Neil foi um marido, pai, avó, irmão e amigo amoroso.” Ele vivia na área de Cincinnati com a mulher, Carol.

Lembrado como “um herói americano”, parentes do astronauta destacaram que ele “serviu a Nação com orgulho, como piloto da Marinha, piloto de provas e astronauta”. É dele a histórica frase: “É um pequeno passo para o homem e um salto gigante para a humanidade”.

No Twitter, a Nasa ofereceu “seus sentimentos pela morte de Neil Armstrong, ex-piloto de testes, astronauta e primeiro homem na Lua.” Como comandante da missão Apollo 11, de 20 de julho de 1969, Armstrong foi o encarregado de informar ao centro de controle de Houston (Texas) o pouso do módulo lunar (LEM) pilotado por Buzz Aldrin: “Houston, aqui a base da Tranquilidade. A águia pousou”.

Acervo Digital VEJA:

Chegaram: Hoje, a Lua do Homem

Quem são Armstrong, Aldrin e Collins

Entrevista – Os astronautas do histórico voo Apollo 11, que chegou à Lua em 20 de julho de 1969, calculavam em apenas 50% as possibilidades de pousar sobre a superfície do satélite, afirmou Neil Armstrong, em uma rara entrevista concedida em 2011 e só divulgada em maio deste ano.

Leia também:

Leia também: Armstrong, primeiro homem na Lua, concede entrevista rara

“Pensava que eram de 90% as possibilidades de retornar sãos e salvos à Terra depois do voo, mas apenas 50% de pousar sobre a Lua nesta primeira tentativa”, disse Armstrong. De acordo com o astronauta americano, “um mês antes do lançamento da Apollo 11, havíamos chegado à conclusão de que estávamos suficientemente preparados para tentar descer à superfície da Lua”.

O astronauta americano Neil Armstrong, primeiro homem a pisar na Lua

Biografia – O primeiro homem a pisar na Lua nasceu no dia 5 de agosto de 1930, em Wapakoneta, Ohio, EUA. Desde jovem, Armstrong demonstrou sua paixão por aeronaves, o que o levou a trabalhar no aeroporto próximo a sua casa. Aos 16 anos obteve o brevê de piloto. Aviador naval entre 1949 e 1952, ele entrou na NASA em 1955, quando ainda se chamava NACA (Nacional Advisory Comittee for Aeronautics).

Tornou-se astronauta em 1962 e em 1966 comandou a missão Gemini 8, a primeira a acoplar com sucesso dois veículos no espaço. Em 20 de julho de 1969, era o comandante da primeira missão lunar na Apollo 11, ao lado dos astronautas Buzz Aldrin e Michael Collins. A cápsula lunar Eagle pousou sobre a superfície lunar, e Armstrong – como havia sido planejado – tornou-se o primeiro homem a caminhar sobre o satélite.

Discrição – James Hansen, autor da biografia de Armstrong, disse à CBS que o astronauta nunca entendeu realmente porque as pessoas davam tanto destaque ao fato de ele ter sido o primeiro a pisar na Lua.

A Apollo 11 foi a última missão espacial de Armstrong, que em seguida foi apontado para um serviço administrativo na agência espacial dos Estados Unidos, a Nasa.

A vida profissional de Armstrong então tornou-se bastante reservada. Ele não teve um papel relevante na cerimônia que celebrou o 25º aniversário da chegada do homem à Lua. “Ele é o recluso do recluso”, disse o ex-porta-voz da Nasa Dave Garrett, à época.

Hansen disse que histórias de Armstrong sonhando com exploração do espaço quando garoto eram falsas, mesmo que ele tenha sido sempre dedicado à atividade aeroespacial. “Sua vida foi sobre voos. Sua vida era sobre pilotar”, disse o escritor. Um ano após a missão Apollo 11, Armstrong deixou a Nasa para se tornar professor de engenharia na Universidade de Cincinnati.

(Com agência Reuters)