Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre Klaas Faber, um dos criminosos nazistas mais procurados

Faber tinha 90 anos e vivia na cidade de Ingolstadt, no sul da Alemanha

O criminoso de guerra nazista de origem holandesa Klaas Faber, segundo da lista de mais procurados pelo Centro Simon Wiesenthal, morreu aos 90 anos em Ingolstadt, no sul da Alemanha. De acordo com fontes ouvidas pela agência France-Presse, a morte de Klaas Faber ocorreu nesta quinta-feira.

Klaas Faber era procurado pela justiça holandesa há anos. Ex-membro do comando da Operação Silbertanne (braço holandês do nazismo durante a Segunda Guerra), foi condenado à morte em seu país em 1947 por matar 22 judeus. Sua pena foi comutada para prisão perpétua, mas conseguiu fugir da prisão em 1952, refugiando-se na Alemanha.

Em 1957, um segundo julgamento anulou a primeira decisão do caso e Faber vivia desde então tranquilamente na pequena cidade bávara de Ingolstadt. Em 2004, a Holanda tentou fazer com que Faber cumprisse na Alemanha a condenação imposta pela justiça holandesa, mas este pedido foi rejeitado por um tribunal alemão com base na decisão de 1957.

Em novembro de 2010, Haia emitiu uma ordem de prisão europeia contra Faber, mas a justiça alemã voltou a rejeitar a extradição, já que a Alemanha não extradita seus cidadãos, e o nonagenário adquiriu a nacionalidade alemã ao entrar para a Schutzstaffel (em português, a tropa e choque – organização paramilitar ligada do partido nazista) , em virtude da promulgação de uma lei nazista.

(Com agência France-Presse)