Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre Horst-Eberhard Richter, psicanalista e ativista antinuclear alemão

Berlim, 20 dez (EFE).- O psicanalista e ativista do pacifismo antinuclear alemão Horst-Eberhard Richter morreu aos 88 anos, informou nesta terça-feira a Associação Internacional de Médicos contra a Guerra Nuclear (IPPNW, na sigla em inglês), organização ganhadora do Nobel da Paz de 1985 da qual ele foi membro fundador.

Richter morreu na segunda-feira, após uma curta e grave doença, detalhou a seção alemã da IPPNW em comunicado divulgado em Berlim.

Nascido em 1923 em Berlim, Richter estudou Medicina, Filosofia e Psicologia e enveredou pela Psicanálise, para atuar no Instituto Sigmund Freud de Frankfurt.

Despontou em meados da década de 1960 como pioneiro nas pesquisas psicanalíticas em escala familiar, com livros como ‘Eltern, Kind und Neurose’ (Pais, filho e neuroses, em tradução livre), considerado um marco nessa especialidade.

A partir dos anos 1980, diversificou seus estudos entre a psicanálise e o ativismo pacifista e se tornou uma figura emblemática do movimento alemão antinucleaar com o livro ‘Alle redeten vom Frieden’ (Todos falam de paz, em tradução livre), publicado em 1981.

Professor emérito na Universidade de Frankfurt, se tornou diretor do Instituto Sigmund Freud em 1992, cargo que desempenhou até 2002.

Apesar de sua retirada da vida acadêmica, Richter seguiu atuando como pacifista durante a última etapa de sua vida e participou de conferências e debates sobre o tema. EFE