Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre a primeira americana a viajar pelo espaço

Sally Ride participou da missão Challenger, em 1983, sendo também a pessoa mais jovem a realizar uma viagem espacial. Ela estava com câncer no pâncreas.

Morreu nesta segunda-feira em San Diego, Sally Ride, a primeira americana a viajar pelo espaço. Ela tinha 61 anos e, segundo o jornal ‘The New York Times’ enfrentava há dezessete meses um câncer de pâncreas. Nascida em 1951 em Encino, Califórnia, a ex-astronauta era física por formação e chegou à Nasa por meio de um anúncio da agência procurando por novos colaboradores.

Ride realizou sua primeira viagem espacial em 1983, aos 32 anos – a mais jovem a realizar tal façanha. Ela participou da missão da Nasa STS-7 do ônibus espacial Challenger, ao lado de quatro companheiros homens. Um ano depois, novamente participou de uma missão espacial. Devido a sua experiência, Ride integrou as investigações do acidente do ônibus espacial Challenger, em 1986, e da queda do Columbia, em 2003.

O presidente Barack Obama emitiu comunicado em que exalta a figura de Ride. “Ela inspirou gerações de garotas a alcançar as estrelas e lutou incansavelmente para ajudá-las a chegar lá, defendendo um foco maior na ciência e matemática em nossas escolas”. “A vida de Sally nos mostrou que não há limites para o que podemos alcançar”, acrescentou a nota presidencial.

“Sally quebrou barreiras com graça e profissionalismo – e literalmente mudou a cara do programa espacial americano”, disse Charles Bolden, chefe da agência especial americana, .

Ride, depois de sair da Nasa, trabalhou estimulando jovens garotas por matemática, ciência e tecnologia. Ela escreveu seis livros de ciências para crianças, incluindo um que explica como fazer um sanduíche no espaço. Ela também foi professora de física e diretora do Instituto Espacial da Califórnia na Universidade da Califórnia, em San Diego.

Antes dela, outras duas mulheres tinham ido ao espaço: as soviéticas Valentina Tereshkova e Svetlana Savitskaya.