Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Monti diz que pretende renunciar ao cargo de premiê

Anúncio foi feito ao presidente italiano após o partido do empresário Silvio Berlusconi, o PDL, ter retirado o apoio a seu governo

Por Da Redação 8 dez 2012, 19h25

O primeiro ministro italiano, Mario Monti, declarou neste sábado ao presidente Giorgio Napolitano que tem a intenção de apresentar sua renúncia irrevogável depois que a lei de estabilidade orçamentária for aprovada. O anúncio foi realizado por meio de um comunicado da Presidência da República. A decisão foi tomada após o ex-premiê Silvio Berlusconi anunciar que pretende se candidatar às próximas eleições legislativas, no início de 2013, de depois de seu partido, o PDL, ter retirado o apoio ao governo de Monti.

O chefe do governo reuniu-se durante mais de uma hora com o presidente italiano neste sábado à noite. Segundo a nota, Monti avalia que não há mais condições políticas para continuar seu mandato – daí ter manifestado a Napolitano sua intenção de apresentar a renúncia.

Ainda segundo o comunicado, Monti deverá verificar se as forças políticas da Itália pretendem assumir a responsabilidade frente à grave crise que vivem o país e a Europa como um todo e, desta maneira, contribuir para a aprovação da lei de estabilidade orçamentária no prazo curto.

“Imediatamente depois, uma vez que o Conselho de Ministros tenha sido ouvido, o presidente do Conselho vai formalizar sua demissão irrevogável e a entregará nas mãos do chefe de Estado”, afirma a nota.

(com Agence France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade