Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Monti afirma que equipe ‘forte e reduzida’ ajudará a Itália a sair da crise

Roma, 29 nov (EFE).- O presidente do Governo italiano, Mario Monti, afirmou nesta terça-feira que sua equipe ‘forte’ e ‘reduzida’, comparada aos Executivos anteriores, ajudará o país a sair da ‘difícil situação’ econômica que enfrenta.

Monti, que aceitou em 16 de novembro o cargo de presidente do Governo em frente do chefe do Estado, Giorgio Napolitano, após a renúncia de Silvio Berlusconi, fez a afirmação durante o juramento do novo ministro de Função Pública e Simplificação, Filippo Patroni Griffi, e dos vice-ministros e subsecretários.

‘Somos uma equipe reduzida e forte’, afirmou Monti após o juramento dos três vice-ministros e dos 25 subsecretários, que eram 40 no Governo anterior, enquanto 19 pessoas participarão do Conselho de Ministros, contra as 26 anteriores.

O atual diretor-geral do Tesouro, Vittorio Grilli, foi nomeado novo vice-ministro do Tesouro e, como braço direito de Monti à frente do Ministério da Economia, participará de todos os Conselhos de Ministros, anunciou o presidente do Governo.

Monti explicou que será uma equipe ‘a serviço do país, do Parlamento e das forças políticas’ e disse a seus colaboradores que a partir desta terça-feira fazem parte de um Governo de ‘empenho nacional’.

‘Ajudaremos a Itália a sair dessa situação difícil e também as forças políticas a recuperarem a atmosfera de reconciliação com a opinião pública’, acrescentou.

O ‘Professor’, como quer ser chamado, quis afastar algumas acusações sobre seu Executivo de ‘conflito de interesses’, já que membros vieram do setor bancário, ao garantir que sua equipe será ‘totalmente transparente’.

Com o juramento desta terça-feira, se completa a equipe de Governo, no qual incluiu o novo titular da Função Pública e Simplificação.

Outro membro da equipe é o banqueiro Mario Ciaccia, até o momento executivo-chefe do Banco de Infraestruturas, Inovação e Desenvolvimento (BIIS), que foi nomeado vice-ministro de Desenvolvimento Econômico para Infraestruturas. EFE