Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministros latino-americanos definem acordo para Rio+20

Os ministros do Meio Ambiente da América Latina e Caribe definiram nesta sexta-feira em Quito um acordo antes da cúpula da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável de junho no Rio de Janeiro, que inclui aspectos como poluição atmosférica e controle de substâncias perigosas.

Funcionários de 32 países da região, que trabalharam desde quinta-feira em um plano de prioridades, concordaram em sua XVIII reunião definir uma metodologia que homologue os indicadores sobre desenvolvimento sustentável.

Nesse sentido, concordaram em arrecadar dados para o monitoramento dos “impactos da poluição atmosférica” e impulsionar a produção e uso de veículos e combustíveis mais eficientes, segundo um documento divulgado pelo ministério equatoriano do Ambiente.

Também se comprometeram com uma “gestão racional das substâncias químicas e dos dejetos”, envolvendo tanto o setor público como o privado, e impulsionando a transferência de tecnologia entre os países.

Concordaram em apoiar a pesquisa, inovação e o desenvolvimento tecnológico, com o objetivo de melhorar a eficiência no uso de recursos, e a gerir mais fundos com seus respectivos governos para a sustentabilidade ambiental.