Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministro italiano diz que situação de abastecimento de gás é ‘crítica’

Roma, 6 fev (EFE).- O ministro do Desenvolvimento Econômico da Itália, Corrado Passera, disse nesta segunda-feira que devido à onda de frio que afeta todo o país há vários dias a situação de abastecimento de gás é ‘crítica’, mas ‘está sendo controlada’.

Passera explicou à imprensa em Milão que a situação é ‘crítica’, pois a provisão vinda da França e da Rússia diminuiu, mas o país já está comprado de gasodutos da África.

Segundo o ministro, o país entrou em alerta, porque devido à onda de frio o consumo de gás no domingo foi ‘o mais alto da história do país’, e nos próximos dias precisarão ‘estar preparados para a demanda superior’.

O executivo-chefe da companhia de hidrocarbonetos Eni, Paolo Scaroni, explicou que ‘aumentarão as importações de gás da Argélia e do norte da Europa, através da Suíça’.

Scaroni informou que até 8 de fevereiro não haverá problemas, mas advertiu que se a emergência continuar será necessário diminuir o abastecimento de algumas empresas, que são obrigadas em seus contratos a cortar o combustível em casos extraordinários.

Tudo isso será visto na terça-feira em reunião urgente no Ministério do Desenvolvimento para tomar decisões caso continuem os problemas com a provisão de energia. EFE