Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Ministro israelense acusa Egito de violar acordo ao abrir fronteira em Gaza

Para parlamentar, fronteira permitirá passagem de munições, material bélico e terroristas

Por Da Redação 29 Maio 2011, 13h11

Um ministro israelense acusou o Egito neste domingo de ter violado um acordo ao decidir abrir de forma permanente sua fronteira com a Faixa de Gaza.

“É um acontecimento desagradável, pois os acordos firmados devem ser respeitados, e espero que a comunidade internacional diga de forma unânime e clara que esta quebra por parte do Egito é inaceitável”, declarou o ministro de Infraestrutura Nacional, Uzi Landau.

“O livre trânsito de pessoas e de mercadorias que acontecerá através da fronteira de Rafah permitirá a passagem de mais munições, material bélico e terroristas”, destacou.

Os termos do acordo concluído em 2005 sob os auspícios dos Estados Unidos – e que não chegou a ser assinado pelo Egito – prevêem que a passagem de Rafah não pode funcionar em tempo integral sem o aval de Israel.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade

Publicidade