Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministro iraniano afirma que embargo pune economias ocidentais

Moscou, 24 jan (EFE).- O ministro do Interior do Irã, general Mostafa Mohammad Najjar, afirmou nesta terça-feira que o embargo decretado pela União Europeia (UE) ao petróleo de seu país pune mais as economias ocidentais do que a iraniana.

‘Com essas iniciativas, o que fazem é criar dificuldades adicionais para a economia do Ocidente’, disse o ministro iraniano, citado pela agência russa ‘Interfax’, depois de se reunir com o chefe do Serviço Federal de Controle de Narcóticos da Rússia, Victor Ivanov.

Najjar, que realiza uma visita oficial à capital russa, lembrou que as sanções aumentam o preço do petróleo e são ‘inoportunas e prejudiciais para os interesses dos Estados Unidos e dos países ocidentais’.

‘Nós não lhes damos importância. Há 30 anos que nos impõem sanções. Não é algo novo’, destacou o ministro iraniano, que acrescentou: ‘As sanções ao Irã anteriores nos ajudaram a inventar o que necessitávamos e não tínhamos’.

O embargo europeu, decretado na segunda-feira, proíbe de forma imediata a assinatura de novos convênios petrolíferos com o Irã, enquanto estabelece um período de transição para encerrar os que estão em vigor, que se estenderá até 1º de julho.

A Europa é um dos principais mercados do Irã, razão pela qual a UE confia que a medida contribuirá para aumentar a pressão sobre o regime iraniano para que concorde em negociar sobre seu polêmico programa nuclear. EFE