Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ministro do Interior da Líbia nega que tenha voltado ao governo

Por Da Redação - 19 mar 2011, 14h01

O ex-ministro do Interior da Líbia, o general Abdel Fattah Yunis, que desertou do regime de Muamar Kadafi para se unir à insurgência em Bengasi, no leste do país, desmentiu neste sábado ter retornado às suas antigas funções no governo, informou a rede Al-Arabiya. “Ainda estamos no campo de batalha, lutando com o que temos nas mãos e se recebermos apoio, melhor”, disse o ministro à emissora sediada em Dubai.

Yunis agradeceu à França, cujos aviões militares já estão sobrevoando a Líbia. “Bem-vindos e obrigada – mas eu também desejava que houvesse aviões árabes”, afirmou. Mais cedo, a emissora estatal líbia informou que o ministro que tinha desertado para apoiar os rebeldes no início de março havia voltado ao cargo no regime de Kadafi.

Depois de sua saída, Yunes foi substituído por Massud Abdel Hafiz. Vários altos funcionários do governo líbio – ministros, diplomatas e militares – pediram demissão e se distanciaram do regime de Kadafi, denunciando os ataques sangrentos do regime ao movimento de oposição.

(Com Agência France Presse )

Publicidade