Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministro das Finanças russo renuncia em disputa de poder

Alexei Kudrin disse que não participaria de um novo mandato sob a direção do presidente Dimitri Medvedev, por desacordos em relação à política econômica

O ministro russo das Finanças, Alexei Kudrin, renunciou ao cargo nesta segunda-feira, e sua demissão foi aceita pelo Kremlin, anunciou a porta-voz do presidente, Natália Timakova. A renúncia acontece um dia depois de Kudrin ter dito que não participaria de um novo mandato sob a direção do presidente Dimitri Medvedev por desacordos em relação à política econômica.

“A demissão já foi firmada por decreto”, disse Timakova, citada pelas agências russas. Horas antes, o presidente Medvedev havia dado o prazo de até esta segunda-feira a Kudrin para renunciar ou confirmar sua lealdade. “Caso ele não esteja de acordo com a política do presidente, existe apenas uma possibilidade: renunciar”, declarou Medvedev à TV russa.

O presidente falava em uma reunião em Dimitrovgrad (Volga) na presença de Kudrin, dois dias depois do anúncio da candidatura do primeiro-ministro, Vladimir Putin, para a corrida presidencial de março próximo.

Também nesta segunda-feira, o porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos, Mark Toner, anunciou que o país está disposto a trabalhar com o próximo presidente russo, “seja ele quem for”. “Convém ao povo russo eleger seu próximo presidente, mas trabalhar com ele será evidentemente de interesse mútuo para Estados Unidos, Rússia e para o mundo”, afirmou.

(Com agência France-Presse)