Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Militares israelenses matam adolescente de 15 anos em Gaza

Segundo o Exército, garoto estava entre agitadores que lançaram pedras e artefatos explosivos contra tropas

Um adolescente palestino de 15 anos foi morto, na madrugada desta quinta-feira 7, por disparos de militares israelenses durante confrontos na fronteira com a Faixa de Gaza.

Segundo o Exército israelense, o jovem Saif al Deen Abu Zeid estava entre agitadores que lançaram pedras e artefatos explosivos contra suas tropas, que, então, responderam de acordo “com os procedimentos operacionais padrões”.

Ainda nesta quinta-feira, caças israelenses atacaram várias posições do movimento palestino Hamas – no poder na Faixa de Gaza. As forças israelenses informaram que os ataques foram uma “resposta aos balões com explosivos e foguetes lançados da Faixa de Gaza contra o território israelense” durante a noite.

Uma fonte da segurança palestina confirmou que uma base do Hamas no sul de Gaza foi bombardeada e sofreu danos, mas que não há feridos. Trata-se da quinta ação por parte de Israel desde o sábado, após o lançamento de balões com explosivos sobre a fronteira e de explosivos contra a barreira que separa os dois territórios.

A Faixa de Gaza é palco desde março de 2018 de protestos semanais, geralmente acompanhados de violência ao longo da barreira de fronteira, guardada pelo Exército hebreu.

Neste período, ao menos 251 palestinos morreram por disparos de militares israelenses, a maioria ao longo da fronteira, além de dois soldados do Exército hebreu.

(Com AFP)