Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Milhares de pessoas participam em simulação de terremoto e tsunami no Chile

Milhares de pessoas participaram nesta segunda-feira na região de Valparaíso, costa central do Chile, de uma grande simulação de terremoto e tsunami, realizada sem grandes problemas, de acordo com uma avaliação das autoridades.

Às 10H43 locais (12h43 de Brasília) as sirenes começaram a soar em 15 cidades costeiras e cinco do interior da região, localizada a cerca de 120 km a oeste de Santiago, dando início à operação de evacuação, para a qual foram convocadas em torno de 600 mil pessoas.

Lentamente, mas em um ritmo constante e organizado, milhares de pessoas se dirigiram para um dos 277 pontos de encontro previamente estabelecidos pelas autoridades, passando pelas 493 vias designadas para a situação.

Nas zonas costeiras, os pontos de encontro ficavam aproximadamente 30 metros acima do nível do mar.

Em jardins de infância e colégios, bombeiros e policiais retiraram os bebês e as crianças pequenas. O restante da população seguiu sozinha a partir das instruções das autoridades.

Em 20 minutos, o exercício – que recriou um terremoto de 8,7 graus de magnitude, seguido de um tsunami -, foi finalizado sem grandes problemas.

“Não devemos nos distrair nunca e devemos sempre pensar melhor sobre como nos cuidamos. Não existe no mundo forma melhor para estar preparado do que uma simulação”, disse o ministro do Interior, Rodrigo Hinzpeter, apresentando uma avaliação para jornalistas em Valparaíso.

“Foi um exercício bem sucedido”, concluiu o ministro.

A simulação foi feita mais de dois anos depois do terremoto de 8,8 graus e um posterior tsunami que arrasou o litoral do centro e do sul do país em 27 de fevereiro de 2010, deixando mais de 500 mortos e perdas de mais de 30 bilhões de dólares.

Em Valparaíso, que abriga um dos principais portos do país, e na cidade vizinha de Viña del Mar, um dos balneários mais famosos do Chile, não houve tsunami nessa ocasião.

O Chile, ao lado do Japão, é um dos países mais afetados por desastres sísmicos no mundo.