Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

México: pesquisa sobre queda de helicóptero do governo descarta ataque

Por David Deolarte 12 nov 2011, 20h33

A investigação sobre o acidente de um helicóptero oficial no México, que matou o ministro do Interior, não produziu elementos que indicam que a causa da tragédia não tenha sido um acidente, disse neste sábado a Secretaria de Comunicações.

“Nós não temos nenhuma evidência, nada em que tenha sido coletado, que leve a crer que não tenha sido um acidente”, disse durante uma coletiva de imprensa o secretário de Comunicações, Dionisio Perez-Jacome, quando perguntado sobre a possibilidade de que tenha havido um ataque do crime organizado.

Na manhã de sexta-feira, o Secretário do Interior, Francis Blake, morreu junto com sete pessoas quando o helicóptero Super Puma, fabricado na França, no qual viajavam, se chocou contra uma colina em um subúrbio ao sul da capital, quando eles se dirigiam para Cuernavaca (Morelos, centro).

“As verificações visuais no local não revelaram nos restos da aeronave nenhum dano causados por explosão ou incêndio, por isso presume-se que o helicóptero caiu no chão com sua integridade estrutural mantida”, disse Perez-Jacome.

Continua após a publicidade
Publicidade