Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

México é abalado por segundo massacre a tiros em dois dias

Quase trinta pessoas foram assassinadas em dois episódios de violência no sudoeste do país

Por Reuters - 16 out 2019, 17h18

Uma troca de tiros entre forças de segurança e civis armados no estado mexicano de Guerrero, no sudoeste do país, matou 15 pessoas na terça-feira, 15, disseram as autoridades. Esse foi o segundo massacre a tiros a abalar o país em dois dias.

O porta-voz da segurança pública de Guerrero, Roberto Álvarez, disse que 14 civis e um soldado morreram no tiroteio ocorrido no município de Tepochica, que fica perto de Iguala, cidade notória pelo desaparecimento de 43 estudantes de pedagogia em 2014.

Um dia antes do massacre em Tepochica, na segunda-feira, 13 policiais haviam sido assassinados no estado de Michoacán, que faz fronteira com Guerrero, por supostos membros de um cartel.

Guerrero e Michoacán são dois dos Estados mais violentos do México, onde cartéis de droga rivais vêm disputando o controle das rotas de tráfico para o Pacífico e o interior do país.

Publicidade

Defendendo sua estratégia de segurança, uma de suas promessas de campanha, o presidente Andrés Manuel López Obrador, que tomou posse em dezembro, culpou governos anteriores pela violência crônica do México.

Publicidade