Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mesquita australiana é alvo de atentado durante culto com crianças

Ataque ocorreu no momento em que centenas de fiés realizam uma cerimônia religiosa no local

Por Da Redação - 29 jun 2016, 10h37

Quatro carros foram incendiados em frente a uma mesquitana cidade de Perth, na Austrália, na noite de terça-feira, no momento em que mais de cem pessoas rezavam dentro do templo religioso. Vândalos também fizeram pichações com xingamentos ao islamismo em um muro em frente ao local, que fica ao lado de uma escola para fiéis.

O imã da mesquita, Adel Ibrahin, descreveu o ataque à rede CNN como “um ato de ódio” e disse que “a vizinhança está traumatizada pelo medo e pela apreensão”. A região de Thornlie, onde o incêndio ocorreu, é uma área residencial de Perth e há casas a poucos metros da mesquita. “Muitas pessoas estavam se perguntando ‘por que conosco? Eles não sabem que havia crianças lá dentro?’ É um local sagrado”, comentou o imã.

Fiéis relataram terem escutado uma explosão e correram imediatamente para a rua, onde encontraram o carro em chamas. A polícia local descreveu o ato como “um incêndio provocado deliberadamente” e afirmou que combustível e o acelerador de um dos veículos foram usados para causar o fogo. Até o momento, não foram encontrado responsáveis pelo ataque.

Leia também:

Estado australiano pede desculpas por leis que puniam homossexuais com até 15 anos de prisão

Surfista tem perna arrancada por tubarão na Austrália

A mesquita de Thornlie já havia recebido pichações anti-islâmicas no passado. Além disso, outras mesquitas no país foram alvos de vandalismo: em 2014, um templo em Rockhingham, próximo a Perth, foi danificado com tinta e uma cabeça de porco foi deixada em um banheiro da mesquita da Universidade da Austrália Ocidental, em dezembro do ano passado.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade