Clique e assine a partir de 8,90/mês

Mesmo cassado, rival de Chávez vai disputar eleição

Leopoldo López, um dos principais adversários do ditador, luta contra uma decisão judicial para concorrer à presidência em 2012

Por Da Redação - 18 out 2011, 20h02

O político venezuelano Leopoldo López disse nesta terça-feira que vai manter sua campanha para as eleições primárias apesar da decisão judicial que o proibiu de ocupar cargos públicos. “Posso ser e serei candidato a presidente da Venezuela”, disse o carismático e jovial ex-prefeito, de 40 anos. Na última segunda-feira, a Suprema Corte venezuelana barrou sua candidatura à presidência em 2012. O tribunal ainda determinou que o candidato até pode disputar as eleições, mas não assumir cargos públicos. López vai tirar vantagem desta brecha.

Leia mais:

Leia mais:’A oposição está mais unida do que nunca contra Chávez’

Publicidade