Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Merkel nega encontro a Hollande, mas desmente boicote

Segundo a revista alemã 'Der Spiegel', vários dirigentes conservadores europeus fecharam um acordo para boicotar o candidato socialista francês

Por Da Redação 5 mar 2012, 07h12

A chanceler alemã Angela Merkel informou que não deseja ter uma reunião com o candidato socialista à presidência francesa, François Hollande, afirmou a primeira secretária do Partido Socialista (PS), Martine Aubry. “François Hollande pediu por cortesia uma reunião com Merkel. Ela disse que não desejava o encontro. Ele respondeu que tomava conhecimento”, declarou a dirigente socialista.

Segundo a revista alemã Der Spiegel, vários dirigentes conservadores europeus fecharam um acordo para boicotar o candidato socialista francês, favorito para a eleição presidencial. Merkel e o primeiro-ministro britânico David Cameron já manifestaram publicamente apoio ao presidente conservador Nicolas Sarkozy, candidato a um segundo mandato. Durante viagens a Berlim, Roma e Londres, o candidato socialista não se reuniu com nenhum chefe de governo.

Um porta-voz do governo alemão afirmou no domingo que, no momento, não há nenhuma reunião prevista entre Angela Merkel e François Hollande. Mas o porta-voz desmentiu as informações da Der Spiegel, segundo a qual Angela Merkel, o italiano Mario Monti, o espanhol Mariano Rajoy e o britânico David Cameron chegaram a um acordo para não receber Hollande. O motivo do boicote seria o fato de o francês ter a intenção de, se eleito, renegociar o acordo orçamentário europeu.

Martine Aubry minimizou a informação da revista alemã e disse que, se for verdade, não deve ser valorizada, já que “ninguém duvida que Nicolas Sarkozy é o candidato dos conservadores”. Após a polêmica, Hollande concederá uma entrevista a Der Spiegel na quarta-feira, informou o Partido Socialista.

(Com France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade